Um dos pontos altos da obra é perceber os traços de uma amizade que começou de forma tímida e solidificou-se ao longo dos anos.

0
42

Conheça no Youtube e INSCREVA-SE no canal CAFÉ COM AFETO

pavarote

LUCIANO PAVAROTTI UM MESTRE PARA TODOS

Neste álbum de recordações e de histórias, Andrea Bocelli, em depoimento recolhido por Giorgio De Martino, narra a vida de um homem atencioso e irônico, enamorado dos Estados Unidos e das mulheres, apaixonado por pintura, por cavalos e pela boa mesa. Entremeando-os com retalhos de sua própria biografia, o intérprete de Vivo per lei nos revela os aspectos mais íntimos e desconhecidos do profundo vínculo de amizade que o uniu ao ‘rei dos tenores’. A história avança por meio de momentos da vida de Big Luciano – como era conhecido Pavarotti -, de curiosidades do meio musical e de encontros com personalidades, além de experiências do próprio Bocelli, em que ele mostra o porquê do tenor ter se tornado o maior de todos os tempos. Luciano Pavarotti, um mestre para todos apresenta também as facetas menos conhecidas do artista, como a de constante solidariedade aos mais necessitados, em particular as crianças, e a do casamento feliz com Nicoletta Mantovani, coroado pelo nascimento da pequena Alice. Um dos pontos altos da obra é perceber os traços de uma amizade que começou de forma tímida e solidificou-se ao longo dos anos. Até hoje, Andrea Bocelli não permanece impassível nem mesmo a uma simples menção ao nome do amigo. Luciano Pavarotti, um mestre para todos é uma narrativa sobre a vida do tenor mais famoso que já existiu, mas também uma análise, uma confissão do que este representou para o próprio Bocelli e como o influenciou em sua carreira. Uma obra dedicada, com extrema gratidão, à amizade.

Andrea Bocelli é um tenorcompositor e produtor musical italiano. Vencedor de cinco BRIT Awards e três Grammys, Bocelli gravou nove óperas completas (entre as quais: La bohèmeIl trovatore, Werther e Tosca), além de vários álbuns clássicos e populares, tendo vendido mais de 150 milhões de cópias em todo o mundo. Aos seis anos de idade, iniciou aulas de piano e depois de flautasaxofonetrompeteharpaviolão e bateria. Nasceu com glaucoma congênito que o deixou parcialmente cego. Com doze anos, durante uma partida de futebol levou um golpe na cabeça que fez com que sua cegueira fosse total.  Também aos doze anos de idade venceu o prêmio Margherita d’Oro, em Viareggio, com a canção “O Sole Mio“, constituindo a primeira vitória numa competição musical. Após a conclusão do seu ensino médio, em 1980, Bocelli foi para a Universidade de Pisa, onde mais tarde foi graduado em Direito. Depois de trabalhar por um ano como advogado, teve aulas de canto do maestro Luciano Bettarini, dedicando-se à música em tempo integral.

Deixe um comentário