Meu quintal é maior do que o mundo…

0
154

Manoel de Barros nasceu em Cuiabá, Mato Grosso, em dezembro de 1916, e passou sua infância no Mato Grosso do Sul, primeiro numa fazenda próxima a Corumbá, depois num internato em Campo Grande. Aos doze anos, foi matriculado no Colégio São José, no Rio de Janeiro – cidade onde viveu por mais de trinta anos, antes de voltar ao Mato grosso do Sul. Seu primeiro livro, Poemas concebidos sem pecado, é de 1937.

É autor de dezoito livros de poesia – como Compêndio para uso dos pássaros (1960), O livro das ignorãças (1993) e Livro sobre nada (1996) -, além de livros infantis e relatos autobiográficos. Recebeu duas vezes o Prêmio Jabuti, duas vezes o Prêmio Nestlé e também foi premiado pela Academia Brasileira de Letras, pela Biblioteca Nacional e pela APCA. Faleceu em novembro de 2014, aos 97 anos.

Quando nasci

o silêncio foi aumentado.

Meu pai sempre entendeu

Que eu era torto

Mas sempre me aprumou.

Passei anos me procurando por lugares nenhuns.

Até que não me achei – e fui salvo.

Às vezes caminhava como se fosse um bulbo”.

Poema de Manoel de Barros em Meu quintal é maior do que o mundo (antologia)

Deixe um comentário