Ninguém em sã consciência irá opor-se a felicidade. Mas poucos se permitem.

Nos contrapomos a felicidade quando ficamos em um movimento de auto critica, de depreciação do que somos ou do que ainda não conseguimos nos tornar.

Negamos a felicidade,  quando nos comparamos com os outros, nos esquecendo de que cada um é o que é porque percorreram caminhos diferentes, histórias diferentes, alegrias e dores distintas.

Negamos a felicidade quando deixamos de reconhecer nossas qualidades e conquistas, sempre nos colocando para baixo e banalizando o que já alcançamos.

Declinamos ser feliz quando nos focamos somente em objetivos materiais, apagando da memória que embora tenhamos um corpo material, nossa essência alma é Divina .

Dizemos adeus a felicidade quando cultivamos a culpa e vivemos sob o julgo de julgamento.

Viramos as costas para a felicidade quando nos distanciamos de Deus e distantes do Pai, nos distanciamos de nós mesmos e distantes de nós, não temos condições de saber que ser feliz é opção.

Isolda Risso

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here