Assim pensava Erich Fromm…

0
166

Nos anos de 1950 , o psicólogo  Erich Fromm estabeleceu uma distinção entre enamorar-se e permanecer enamorado “  segundo ele despendemos energia demais no ato de nos enamorar , e deveríamos nos concentrar mais na manutenção do enamoramento , que é sobretudo uma questão de dar amor… não de receber”.

“O amor imaturo diz: eu te amo porque preciso de ti. O amor maduro diz: eu preciso de ti porque te amo”.

“A felicidade é a aceitação corajosa da vida”.

“A ânsia de poder não é originada da força, mas da fraqueza”.

“O amor é um ato de fé. e todo aquele que tem pouca fé também tem pouco amor”.

“A principal tarefa na vida de um homem é a de dar nascimento a si próprio”.

“O amor é a única resposta sã e satisfatória para o problema da existência humana”.

 

Deixe um comentário